quinta-feira, 5 de abril de 2012

Online, logo existo.


Quando criança, um dos poderes que eu mais desejava dos desenhos animados era o poder de ficar invisível. Poder descobrir segredos, fazer as coisas sem ser notado era incrível para mim naquela época. Nesse período, não só eu, mas vários outros amigos tinham a mesma vontade. Eu cresci, e esse desejo, assim como outros sonhos de crianças, deixou de existir. Hoje, ainda não tão grande, vejo a minha geração de adolescentes com um desejo totalmente contrário. Ser invisível ninguém quer mais, o barato agora é aparecer. Não importa como, todos os dias, todas as horas, todos os minutos, as pessoas tem que deixar a marca da sua “existência”. Com o advento das redes sociais o fenômeno tornou-se mais forte (ou talvez tenha surgido com ele). Postar algo novo no Status do facebook virou uma questão de sobrevivência, do tipo “posto, logo existo”. O fato que é esse apelo pela fama viral na internet tem esvaziado muitos jovens de suas convivências pessoais. Uma pessoa pode ter 999 amigos no facebook que diariamente leem seus recados de “bom dia”, “tenha um ótimo final de semana”, nas não costumam ouvir essas palavras pessoalmente de forma calorosa e sincera. Essas pessoas saúdam muitas outras que seguem a sua pagina, mas não costumam saudar calorosamente um familiar seu. Viva e ame de verdade.
Pense nisso.
Ass. Jony Bigu – que de vez em quando posta suas sandices aqui no Missões Salém e depois posta no facebook para aparecer também.

Um comentário:

Glayvid Nascimento disse...

JONYY!!!

Maneiro a postagem, gostei, show de bola. Parabéns pelo blog. Abraço.